DRF/Fortaleza e a Universidade Federal do Ceará assinam Acordo de Cooperação Técnica

17 de julho de 2018

Este é o sétimo Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) implantado na jurisdição da Delegacia da Receita Federal em Fortaleza.
DRF/Fortaleza e a Universidade Federal do Ceará assinam Acordo de Cooperação Técnica

No dia 5 de julho, a Delegacia da Receita Federal em Fortaleza/CE assinou acordo de cooperação técnica para implantação de Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) na Universidade Federal do Ceará (UFC), em parceria com a Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz) e a Secretaria de Finanças do município de Fortaleza (Sefin).

O NAF na UFC é resultado de parceria entre a Universidade e os fiscos federal, estadual e municipal, com o objetivo de atuar na qualificação do futuro contador por meio de ações práticas. Os alunos prestarão atendimentos e orientações básicas às pessoas físicas, ao microempreendedor individual e às entidades sem fins lucrativos a respeito das suas obrigações contábeis e fiscais, tendo como fundamento dois pilares: o auxílio ao contribuinte de baixa renda e a difusão do conhecimento fiscal.

O reitor da UFC, Henry Campos, elogiou o esforço conjunto dos professores e entidades fiscais envolvidas na iniciativa. Para ele, o núcleo possibilita que o aluno em formação aprenda em contato com o mundo real, na prática, colaborando para a transformação da sociedade.

O auditor-fiscal João Batista Barros Silva Filho, superintendente da Receita Federal da 3ª Região Fiscal, que abrange os estados do Ceará, Piauí e Maranhão, comentou que a implantação do NAF na UFC foi uma meta bastante desejada. Explicou que a iniciativa já existe em outras instituições de ensino superior do Ceará, mas que a UFC “é considerada um emblema, um farol para outras escolas”.

O auditor-fiscal Cláudio Henrique Gomes de Oliveira, delegado da Receita Federal em Fortaleza, explicou que, embora o acordo tenha sido assinado agora, o NAF já vem existindo na prática, a partir do treinamento de alunos do Curso de Contabilidade da FEAAC pela Receita Federal.

Representando a Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, Argemiro Torres disse que as entidades fiscais no Ceará – Receita Federal, Sefaz e Sefin – vêm trabalhando em conjunto e há muito tentavam inserir a educação fiscal na Universidade. Essa aproximação com a academia, afirmou ele, é de fundamental importância para a geração de conhecimento numa época em que o processo de automação é cada vez mais rápido.

 
Ações