DRF/Salvador e a Universidade Federal da Bahia implantam NAF

23 de outubro de 2018

Receita Federal implanta o 4º Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) na capital baiana, com o objetivo de ampliar a prestação do atendimento fiscal à população de baixa renda.
DRF/Salvador e a Universidade Federal da Bahia implantam NAF

Criação do NAF na UFBA

A Delegacia da Receita Federal do Brasil em Salvador, a Universidade Federal da Bahia, o Conselho Regional de Contabilidade do Estado da Bahia (CRCBA) e o Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e das Empresas de Serviços Contábeis do Estado da Bahia (Sescap/BA) assinaram o Acordo de Cooperação Técnica entre as instituições, para criação do Núcleo de Apoio Contábil Fiscal – NAF.Sala do NAF na UFBA

A cerimônia aconteceu agora em outubro, no salão térreo da Faculdade de Ciências Contábeis da UFBA, no Vale do Canela – Salvador. Assinaram as quatro vias do Termo de Cooperação Técnica, representando as entidades signatárias do Acordo, as seguintes autoridades: o auditor-fiscal João Vicente Velloso Silva (delegado da DRF/SDR), o professor João Carlos Salles Pires da Silva (reitor da UFBA), o contador Antônio Carlos Ribeiro da Silva (presidente do CRC/BA) e o contador Altino do Nascimento Alves (presidente do Sescap/BA).

Assinatura do Acordo na UFBAEm sua fala, o delegado João Vicente Velloso enfatizou a satisfação com a presença de todos e com a criação do novo NAF. Lembrou que os Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal constituem um projeto criado pela Receita Federal em 2011, inspirado nos núcleos de prática jurídica existentes nas faculdades de Direito. Destacou que os NAF exercem um importante papel na disseminação de informações tributárias à sociedade e na democratização do acesso aos serviços ofertados eletronicamente pela RFB em seu site e Centro de Atendimento Virtual (e-CAC), além de contribuir para a formação profissional dos futuros contabilistas. É um projeto, que pelo seu caráter social, traz resultados positivos para todos: estudantes universitários, a Instituição de Ensino Superior - IES, a Receita Federal e a sociedade, pela sua importância na construção da cidadania fiscal.

O delegado destacou, dentre outros, alguns benefícios que o NAF propicia à Receita, como: a elevação do cumprimento voluntário das obrigações tributárias, a redução da quantidade de atendimentos no CAC e o fortalecimento da imagem da instituição perante a sociedade. No tocante à IES, citou a maior qualificação do seu corpo discente e docente, sobretudo por oportunizar aos alunos a associação dos conhecimentos acadêmicos com a prática profissional. Quanto aos contribuintes, especialmente aos de baixa renda, público-alvo do NAF, eles passam a ter acesso gratuito a orientações e serviços contábeis e fiscais, em relação aos quais estariam alijados por desconhecimento ou falta de condições de arcarem com seus custos, acrescentou o titular da DRF/Salvador.

O reitor da Universidade Federal da Bahia, professor João Salles, ressaltou a importância do NAF como uma atividade de extensão de ampla qualidade da Faculdade de Ciências Contábeis, na formação cidadã para os alunos que prestarão serviços à sociedade. Destacou ainda que a UFBA tem sido uma grande parceira na época do Programa do Imposto de Renda e agora poderá ampliar o atendimento ao contribuinte hipossuficiente durante todo o ano.

Estiveram presentes ao evento a auditora-fiscal Marialva Calabrich, coordenadora do NAF na DRF/SDR, o professor Joséilton Silveira da Rocha, diretor da Faculdade de Ciências Contábeis da UFBA, o professor João Vicente Neto, coordenador do NAF na UFBA, além de outros professores, alunos e funcionários da Universidade Federal da Bahia.Criação do NAF na UFBA

No encerramento da solenidade, houve o desenlace da fita inaugural pelo gestor da DRF/SDR e pelo reitor da UFBA. Em seguida, todos visitaram a sala onde funcionará o novo Núcleo.