DRF/SJC formaliza contrato de parceria do NAF com a Faculdade Anhanguera em Jacareí

08 de setembro de 2017

Na noite desta terça-feira, dia 05/09/2017, a Delegacia da Receita Federal em São José dos Campos e a Faculdade Anhanguera em Jacareí assinaram o Acordo de Cooperação Técnica para implantação do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal- NAF, formando mais uma grande parceria desse importante projeto na área de Educação Fiscal da Receita Federal.
DRF/SJC formaliza contrato de parceria do NAF com a Faculdade Anhanguera em Jacareí

Com este acordo, a região já conta com 03 núcleos em instituições de ensino superior de sua jurisdição, sendo um em São José dos Campos, outro em Caraguatatuba e o mais recente, em Jacareí. 

Os NAFs são projetos implantados dentro das universidades, desde 2011, principalmente nos cursos da área de ciências contábeis, onde, com o apoio técnico da Receita Federal, os alunos são capacitados para a prestação de atendimento aos contribuintes hipossuficientes, pequenos empreendedores optantes pelo Simples e microempreendedores individuais (MEI), auxiliando-os no cumprimento espontâneo de suas obrigações fiscais.

A solenidade de formalização desta parceria aconteceu no auditório do campus da Faculdade Anhanguera em Jacareí. Pela Receita Federal, estiveram presentes os auditores-fiscais, superintendente substituto da 8ª Região Fiscal, Marcelo Barreto de Araújo, o delegado da DRF/SJC, Rogério Hino, a representante local do NAF em São José dos Campos, Flávia Roberta Pereira, e os analistas tributários, Rosana Marques Alvarenga, Chefe da Agência da Receita Federal em Jacareí, Ana Paula Sacchi, gerente nacional do NAF, Eduardo Augusto Caimbro, da Divisão de Interação com o Cidadão (Divic) e integrante da equipe nacional do NAF.

Representando a Faculdade Anhanguera, estiveram presentes o diretor da instituição, Prof. Alexandre Vieira da Silva, o professor coordenador do NAF, Diogo Rosa da Silva , além de outros professores que compareceram para prestigiar o evento.  Além disso, outras autoridades estiveram presentes, dentre elas, o vice-prefeito da cidade de Jacareí, Sr. Edgard Takashi Sasaki, os diretores do Conselho Regional de Contabilidade em Jacareí e São José dos Campos, Sr. Regis Pereira de Brito e Sra. Vera Lúcia dos Santos Vieira, respectivamente.

diretor da faculdade.jpg

 

 Primeiramente, o diretor da faculdade deu as boas-vindas aos alunos e convidados externos, ressaltando a alegria e importância da parceria com a Receita Federal no projeto NAF, demonstrando-se bastante entusiasmado em iniciar esse trabalho que será de grande importância para a formação dos alunos, para a faculdade, para a sociedade e para o futuro do país. 

 

 

 

Delegado.jpg

O Delegado da Receita Federal em São José dos Campos, auditor fiscal Rogério Hino, também demonstrou sua enorme satisfação em poder realizar mais essa grande parceria do projeto NAF, agradecendo a todos os presentes no evento. Aproveitou para ressaltar as unidades de jurisdição da DRF São José dos Campos, suas diversificadas funções e manifestou seus votos para  que o NAF na cidade de Jacareí possa trazer grandes benefícios para todos os envolvidos. Enfatizou que, dentro dessa parceria, a Faculdade Anhanguera poderá contar com todo apoio da DRF São José dos Campos, na parte que lhe couber.

 

 O Superintendente Substituto da 8ª Região Fiscal, auditor fiscal Marcelo Barreto, destacou e parabenizou os dirigentes da faculdade pela coragem, iniciativa e visão empreendedora que assumiram, o que possibilitou a Faculdade Anhanguera se tornar parte desse projeto tão importante na área de Educação Fiscal da Receita Federal. A participação no projeto NAF certamente será um grande diferencial para a faculdade e para os seus alunos, Superintendente e ana paula.jpgfuturos profissionais do nosso país. Destacou a grande relevância do projeto NAF dentro da Receita Federal, sendo esse o motivo de ele estar, sempre que possível, presente nesses momentos de solenidade do acordo para ratificar a importância dessa parceria.

A gerente nacional do NAF, Ana Paula Sacchi, também falou aos convidados sobre a magnitude do projeto NAF em todo território nacional e enfatizou o convite para que os alunos participem do projeto, que não percam essa oportunidade de crescimento profissional e pessoal por meio da prática que esse projeto oferece.

 

O representante do Conselho Regional de Contabilidade da cidade de Jacareí, bem como a diretora do CRC de São José dos Campos, ressaltaram que o NAF não representa um “concorrente” para os escritórios de contabilidade, pelo contrário, eles demonstraram apoio ao projeto, pois este trará muitos benefícios para os futuros profissionais da área contábil e também para o município.

Enfim, tanto os representantes da Receita Federal, como os representantes da Faculdade demonstraram enorme alegria e satisfação por estarem iniciando essa importante parceria. O sentimento é de muito entusiasmo, inclusive por parte dos alunos, pois, segundo o professor Diogo, muitos alunos já se inscreveram para participar do projeto na parte de atendimento ao público.

assinatura do acordo.jpg

Após a assinatura do acordo, o representante nacional do NAF, Eduardo Caimbro, ministrou uma palestra sobre as mudanças de paradigma na Receita Federal, o novo jeito de lidar com o contribuinte, sobre o surgimento da Educação Fiscal na Receita Federal e, consequentente, da criação do projeto NAF, sucesso em nível nacional e referência para os países da América Latina, indo ao encontro das diretrizes internacionais de administração tributária. Com irreverência, bom humor e, ao mesmo tempo, responsabilidade com o tema, o palestrante prendeu a atenção dos alunos e demais convidados, finalizando o evento falando dos quatro pilares beneficiados pelo projeto: alunos, faculdade, sociedade e Receita Federal.Eduardo.jpg

A DRF/SJC também acredita que o maior destaque do projeto NAF é que ele oferece vantagens para todos os envolvidos, a começar pelos alunos, pois auxilia na capacitação dos mesmos, tanto na parte técnica como também os ajuda no desenvolvimento de relações interpessoais, tornando-os profissionais mais preparados para o mercado de trabalho. Conseqüentemente, a faculdade também ganha em suas avaliações de ensino, pois será responsável pela formação de melhores profissionais, além de poder exercer seu papel social para com a população do município.

O caráter social do projeto também permite beneficiar a população menos favorecida de recursos financeiros, possibilitando igualdade de condições de acesso às informações e orientações, independente do poder aquisitivo, ou seja, promovendo justiça social. 

Por fim, é vantajoso para a Receita Federal, uma vez que o projeto ajuda na formação de profissionais mais capacitados tecnicamente, aumentando a qualidade dos serviços prestados aos contribuintes, diminuindo a demanda de retrabalhos e melhorando o fluxo de trabalho da Instituição. Além disso, o projeto contribui para a formação de jovens com maior consciência fiscal e social, capazes de exercer a cidadania, conhecedores dos seus direitos e deveres perante o Estado, capazes de construir um país realmente democrático, onde a população possa cumprir com seus deveres e fiscalizar as ações do Estado para garantir os seus direitos. Talvez esse seja o maior legado do projeto NAF para toda a sociedade.

 

 
Ações do documento