Treinamento para os integrantes do NAF é realizado na DRF-SLS

12 de novembro de 2017

Na manhã da última terça-feira, 07, alunos de universidades parceiras dos Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal – NAF participaram de um treinamento na Delegacia da Receita Federal em São Luís. O treinamento foi realizado no Auditório do Ministério da Fazenda e teve como objetivo nivelar o conhecimento em relação à regularização do Microempreendedor Individual.

O prazo para a regularização do MEI finda no dia 22 de novembro, e, visando orientar os interessados, as Universidades CEUMA e UNDB, em parceria com a Receita Federal e através do NAF, promoverão uma ação intensiva, dos dias 13 a 17 de novembro, onde os alunos da área contábil darão auxílio àqueles interessados em regularizar sua situação.

 

O delegado-adjunto da DRF-SLS, auditor-fiscal Carlos Eduardo, fez a abertura do evento e explicou o objetivo da ação: “A Receita fez uma varredura em todos os MEI e detectou que vários estão inadimplentes, e o prazo para esses microempreendedores se regularizarem é até o dia 22 de novembro. Então chegamos a um acordo sobre uma ação com relação a esse tipo de contribuinte, que é o foco principal do NAF, aquele contribuinte que não tem condição de ter uma assessoria contábil”.

 

Para a professora Francy Meyre Gomes, docente de uma das universidades participantes, a ação é importante para conscientizar o contribuinte de suas obrigações. “O Projeto NAF é uma parceria das Universidades com a Receita Federal. O sistema é maravilhoso porque os alunos conseguem colocar em prática os ensinamentos teóricos desde o segundo período. Especialmente agora eles vão fazer o atendimento aos Microempreendedores Individuais, que é um público muito diversificado, mas embora tudo seja disponibilizado pela internet, eles precisam de um auxílio, de um cuidado no sentido de saber a importância de fazer a declaração ou o recolhimento regular. Então diante dessa necessidade surgiu a demanda de ter que ir a campo, conscientizá-los, para que eles não percam essa oportunidade de fazer a sua regularização previdenciária e também a regularização de suas obrigações acessórias”, declarou Francy Meyre.

 
Ações do documento